Fixação no Drywall

Armários de cozinha repletos de pratos, copos e outros utensílios, suportes para TV ou microondas e outras cargas com peso equivalente podem ser fixadas normalmente em paredes drywall. Os cuidados fundamentais para que essa fixação não cause problemas é instalar no interior da parede um reforço interno, que pode ser de madeira tratada ou chapa de aço galvanizado, e utilizar, nas distâncias recomendadas, buchas específicas para drywall. O processo de fixação é mais simples, rápido e preciso do que ocorre com paredes de alvenaria tradicional.

parede-em-drywall-bhNo que diz respeito aos reforços, a maioria das construtoras de imóveis residenciais já os entrega com paredes reforçadas internamente, em especial nos ambientes que normalmente recebem armários como cozinhas e áreas de serviço. Porém, se a parede não tiver reforços recomenda-se que esse serviço seja executado por um profissional habilitado, que faça parte da rede de instaladores ou montadores treinados e credenciados pelas empresas fabricantes de chapas para drywall.

Finalmente, para a instalação de cargas leves, como armários, espelhos e porta-toalhas, entre outros, o procedimento é idêntico ao de fixação de objetos em qualquer parede drywall, bastanto utilizar buchas e parafusos apropriados.

O “Manual de Fixação, Manutenção e Acabamento”, lançado pela Associação Drywall, foi criado para orientar o consumidor final e os profissionais das áreas de instalações hidráulicas, elétricas, telefonia, marcenaria, mobiliário, entre outras, sobre como executar serviços em paredes, revestimentos e forros em drywall. A publicação foi elaborada em linguagem simples e direta, enriquecida por fotos das diferentes operações.

Revestimento de Paredes

O revestimento de paredes em drywall pode ser estruturado ou colado.

revestimento-de-parede-drywall

O revestimento colado é o mais simples e destinado, em geral, ao acabamento interno de paredes externas de alvenaria ou concreto, desde que estas não apresentem grandes variações superficiais.
É executado por meio da fixação direta de chapas para drywall sobre a parede por meio de argamassas colantes à base de gesso.

O revestimento estruturado é recomendado para casos em que se deseje desempenho diferenciado ou haja necessidade de colocação de instalações elétricas, hidráulicas ou de telecomunicações no seu interior. É composto por uma estrutura de perfis de aço galvanizado (fixada à parede ou separada desta) na qual são parafusadas as chapas para drywall. A forma de montagem e os componentes utilizados permitem que o revestimento seja configurado para atender a diferentes níveis de desempenho, de acordo com as exigências ou necessidades de cada ambiente em termos mecânicos, acústicos, térmicos e de comportamento frente ao fogo. Os revestimentos ainda podem ser curvos, sinuosos, com recortes para instalação de elementos de iluminação ou outros detalhes arquitetônicos, proporcionando ampla liberdade de criação a quem projeta.

Tipos de aplicação

Revestimento interno a uma parede de fachada
Pode ser colado ou estruturado. No caso de fachadas com elementos pré-moldados, usar revestimento estruturado em interligação com os elementos da fachada.

Revestimento de paredes internas de alvenaria ou elementos estruturais Pode ser colado ou estruturado. No caso de colagem sobre superfície com pouca aderência, aplicar antes chapisco rolado.

Revestimento de instalações (shaft) Usar somente revestimento estruturado. Verificar nas Tabelas de Desempenho de Revestimentos.

Revestimento no alinhamento de pilares, vigas ou alvenarias
Executar revestimento colado sobre o elemento estrutural ou executar revestimento estruturado com desnível de no mínimo 25 mm, deixando o elemento estrutural aparente.

Em caso de dúvida na especificação do revestimento, clique aqui para enviar sua consulta à Comissão Técnica da Associação Drywall.

Vantagens do Drywall

São muitas as vantagens do drywall – use sempre os serviços de um profissional especializado para obter os melhores resultados.

Gesso-Drywall-instalacao-em-belo-horizonteRapidez e limpeza na montagem – Uma parede, um forro ou um revestimento em drywall é executado com muita rapidez e gera muito pouco entulho. Por exemplo, a montagem de uma parede divisória para a criação de um novo ambiente em uma casa ou apartamento demora apenas 24 a 48 horas. Nesse prazo, a parede estará pronta, com porta, tomadas e interruptores instalados, pronta para receber a pintura final.

Reformas fáceis – Em razão da rapidez e da limpeza na montagem dos sistemas drywall, reformar um imóvel ficou muito mais simples. E os sistemas drywall permitem soluções criativas, como uso de curvas, recortes para iluminação embutida e muito mais.

Manutenção e reparos – A mesma vantagem de rapidez e limpeza está presente na hora de se consertar um vazamento de água, por exemplo. Nesse caso, basta fazer com um serrote de ponta um pequeno recorte na chapa da parede, suficiente para permitir o conserto do encanamento, e depois fechar a parede com o mesmo pedaço de chapa. Um profissional especializado executa esse tipo de serviço em apenas um dia, sem o tradicional quebra-quebra das paredes comuns de tijolos ou blocos.

Precisão e qualidade de acabamento – Os sistemas drywall são precisos nas suas medidas e proporcionam uma qualidade de acabamento superficial única, perfeitamente lisa. Além disso, os sistemas drywall aceitam qualquer tipo de acabamento: pintura, textura, azulejos, pastilhas, mármore, granito, papel de parede, lambris de madeira, etc.

Isolamento de ruídos – Os sistemas drywall isolam melhor os sons e contribuem para tornar os ambientes mais confortáveis no que se refere à transmissão de ruídos.

Ganho de área útil – Como as paredes drywall são mais estreitas do que as de blocos ou tijolos, há um ganho na área útil. Esse ganho é de 5% aproximadamente. Por exemplo: em um apartamento de 100 m2, o ganho será de 5 m2, equivalente a 10 metros frontais de armários embutidos.